Friday, August 16, 2013

HINO DA PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA SOCIETOCRÁTICA

                                                     
                              HINO DA PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA SOCIETOCRÁTICA
Adaptação e modernização do Hino da Proclamação da República, que foi escrito por Medeiros de Albuquerque e a música composta por Leopoldo Miguez. Adaptado por Paulo Augusto Lacaz as situações atuais deste nossa Nação Brasileira, para o 07 de Setembro de 2013, para homenagear a 

                                       PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA SOCIETOCRÁTICA.

                                  https://www.youtube.com/watch?v=SPu6-mg4ywM


Seja um véu de luz aberto,
sob a larga grandeza destes céus
este canto rebelde, que o passado
vem salvar-se das viciadas corrupções!

Seja um hino de glória que fale
de esperanças de um novo futuro,
Com visões de triunfo, de vitórias
a quem por ele, lutando, aparecer!

Passeatas! Liberdade!
Abre as asas sobre nós,
Das lutas na tempestade
Dá que ouçamos tua voz.

Nós nem cremos que fomos escravos e
que o tenhamos sido, em tão sublime País.
Hoje, o rubro clarão da alvorada,
Irmãos violentos, vós não governais
sanguinários e nem inimigos.

Somos todos semelhantes! Ao futuro
saberemos, unidos, levar!
Nossa majestosa bandeira que, pura,
Brilha, vitoriosa, de a Pátria no respeitar!

Passeatas! Liberdade!
Abre as asas sobre nós,
Das lutas na tempestade
Dá que ouçamos tua voz

Se for necessário que de almas valentes
haja sangue em nossa bandeira!
Sangue vivo do herói Tiradentes
batizou nesta corajosa bandeira!

Mensageiros de paz, paz queremos!
É de amor nossa força e poder,
mas da guerra, nos momentos decisivos
heis de ver-nos lutar e vencer!

Passeatas! Liberdade!
Abre as asas sobre nós,
Das lutas na tempestade
Dá que ouçamos tua voz

Do Ipiranga é preciso que o brado,
seja um belo grito de fé!
O Brasil já surgiu libertado,
sobre clarões imponentes de alerta.

Eia, brasileiros arrasadores!
Passeatas arrojadas
colham Grandes Vitórias. 
Seja agora nosso País triunfante,

4 comments:

  1. CANTO DE GUERRA -
    Estimado Paulo Lacaz:
    Foi uma satisfação receber o seu e. mail. Parabéns pelo altruísmo dedicado à Fundação da Biblioteca Nacional. Você , em vez de só críticas, própria da nossa raça linguageira, apresenta solução. Como você,não estou ligado à qualquer partido, ou facção religiosa, política ou "social".Pôr isto,a sua,e nossa ideologia, continua neste jornal indefinidamente."A priori"considero que temos, basicamente dois placebos.
    a) República.
    b) Constituição.
    Considero-me poeta e xamã. E' muito!
    Estamos ligados reciprocamente pôr uma espécie de parentesco, em que se não entra o sangue, tão freqüentemente traidor, porém a escolha, a irmandade altíssima das inteligências.

    Tenha em mim um leal amigo.

    DON ANTÔNIO MARAGNO LACERDA
    Prêmio UNESCO/jornal/poemas

    www.jornaldosmunicipios.go.to > matérias de hoje, Os Aymaras.
    http://societocratic-political-regime.blogspot.com.br/2016/03/canto-de-guerra.html

    http://societocratic-political-regime.blogspot.com.br/2016/03/canto-de-guerra.html

    ReplyDelete
    Replies
    1. BIOGRAFIA DE DON ANTÔNIO MARAGNO LACERDA
      http://sccbesme-humanidade.blogspot.com.br/2016/09/don-antonio-maragno-lacerda-1938-2006.html

      Delete
  2. Vide abaixo um poema épico, criado pelo DON ANTÔNIO MARAGNO LACERDA, ressaltando a esperança em uma Nova República para nosso Brasil. CANTO DE GUERRA, onde ele enxergou que eu "Inventei uma Aurora"
    http://palacazgrandesartigos.blogspot.com.br/2015/12/o-presente-de-natal-de-um-cristao.html

    ReplyDelete
  3. HOMENAGEM AO VELHO HINO NACIONAL BRASILEIRO
    https://youtu.be/rLqj2LUm5l0

    ReplyDelete